logo

CRIANDO FUTUROS DESEJÁVEIS

“A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo.”

(Peter Drucker, filósofo e economista que estudou profundamente os efeitos da globalização na economia)

Esta atividade expõe e discute a idéia, conceito e projetos do movimento Crie Futuros concebido e lançado por Lala Deheinzelin em 2005, e que vem sendo seguido e implantado em diversos países da América Latina e Europa. Fundamenta-se a necessidade de criação de futuros desejáveis como maneira de transformação e desenvolvimento social e humano. Apresenta-se a plataforma digital WIKIFUTUROS e estimula-se a participação da platéia.

“Se tudo fosse possível, como você desejaria que as coisas fossem?”

Crie Futuros é um movimento internacional que articula pessoas, comunidades e instituições, oferecendo atividades criativas e ferramentas digitais para a criação e disseminação de visões de futuros desejáveis. Além disso, Crie Futuros permite identificar pessoas e experiências que constroem futuros desejáveis no presente. A base do movimento é o conceito WIKI*: mobilização da inteligência e criatividade dos coletivos para o “design” de futuros que desejamos. Crie Futuros existe para motivar e mobilizar, orientar escolhas, inspirar inovação e identificar oportunidades.

*A ferramenta WIKI é uma maneira simples e democrática de elaborar e compartilhar conteúdos na Web, que permite conhecer e acessar o conhecimento de coletivos.

Muitas das visões de futuro que foram criadas e veiculadas nas décadas passadas funcionaram como uma matriz do nosso presente. Nas imagens que representam o que foi pensado como futuro é possível reconhecer muitos objetos tecnológicos, procedimentos e processos que temos disponíveis hoje em dia. Se de fato alimentamos o futuro com nossas visões e criações é preciso ir além das visões negativas, pessimistas e assustadoras que hoje ocupam a grande mídia. A idéia de criar visões de futuros positivas e desejáveis é inspirar um futuro baseado em novas mentalidades e modelos. O questionamento a respeito dos nossos desejos para o futuro – “Se tudo fosse possível, como gostaria que as coisas fossem? – nos coloca numa postura criativa e proativa em relação às nossas escolhas para o presente.

Tópicos abordados, entre outros:

  • Pensamento prospectivo e a empresa;
  • Do espelho retrovisor ao farol de milha;
  • Tendências de futuro;
  • Inovando a partir de tendências de futuro;
  • Por que sonhar futuros;
  • Criando sementes de futuro desejável;
  • Inovação a partir de futuros desejáveis;
  • Mapeando e conhecendo o desejo do coletivo;
  • Orientando as escolhas do presente.
logo
Powered by WordPress | Designed by Elegant Themes
;